Compra,  Dicas,  Venda

Tudo o que você precisa saber antes de vender seu imóvel

Vender seu imóvel às vezes parece uma tarefa quase impossível, mas eu posso te provar o contrário.

Este post vai ajudar você, que quer colocar o seu imóvel a venda, mas não sabe por onde começar.

Lembrando que é sempre importante ter a ajuda de um Corretor de Imóveis licenciado, para que esse momento não se torne uma bagunça.

Vamos lá! Não tem muito mistério, é só seguir estas dicas.

Defina o valor do seu imóvel

melhor-preco-para-vender-meu-imovel

O melhor jeito de definir o valor do seu imóvel é fazendo pesquisas.

  • Procure imóveis com características semelhantes às do seu imóvel.  O número de quartos, banheiros, as opções de lazer oferecidas pelo condomínio, o preço do condomínio,  a vizinhança, a área do quintal, a localização e tudo o que você considerar como fator decisivo para a escolha do preço do seu imóvel.
  • Compare os valores dos imóveis da região que o seu imóvel está localizado. Não escolha um espaço geográfico muito grande, isso torna sua pesquisa inadequada para a definição do preço.
  • O valor final não deve ser nem muito baixo, para que você não perca dinheiro, nem muito elevado, afastando o interesse dos compradores.
  • Pesquise na internet em sites de imobiliárias, construtoras e incorporadoras que tenham imóveis ou projetos no local. Busque também em sites de grandes portais de imóveis.
  • Faça contato por telefone com imobiliárias e corretores, pois os sites podem estar desatualizados e ofertas de última hora sempre surgem e demoram um pouco a serem lançadas.

Embora seja trabalhoso, este é o caminho mais adequado para se chegar a um preço justo de venda para o seu imóvel.

Hora da visita!

Depois de passar por essas etapas e separar os imóveis semelhantes ao que você está vendendo, agora é hora de realizar algumas visitas com a presença de corretores aos imóveis que você julgou mais próximos ao seu.

Isso tudo é um acúmulo de conhecimento que te ajudará muito no processo de venda ou compra do seu imóvel.

Fique atento a estes pontos importantes nestas visitas.

  • Acabamento do imóvel;
  • Localização. Verifique se existem comunidades carentes ou residências de baixa renda por perto. Investigue também a existência de creches, escolas, mercados, hospitais e praças por perto, que são um grande diferencial. Analise também a questão da poluição sonora, determinando se o local é muito barulhento ou não.
  • Planta do imóvel;
  • Facilidades ou dificuldades de acesso;
  • Locomoção e deslocamento (a pé, de carro ou transporte coletivo);
  • Posição e horário que o sol bate no imóvel.

Fique atento quanto aos valores, os preços que aparecem nos anúncios dos imóveis, normalmente não são os preços praticados na realidade.

O valor escolhido pelos proprietários, normalmente já vêm com uma margem para negociação e variam de caso a caso.

Deixe em ordem toda a documentação

quais-documentacoes-parap-vender-imovel

Está comprovado que vendedores que possuem toda a documentação dos seus imóveis, têm mais vantagens na hora da venda sobre os outros.

É tão frustrante tanto para o comprador, quanto para o vendedor, dar início ao processo de compra e descobrir no meio do caminho, que o vendedor não possui algum documento, ou pior ainda, descobrir que o imóvel não tem esta documentação.

Evite que esta situação ocorra e já deixe tudo no jeito.

Consulte a seguir a lista de documentos necessários para a venda do seu imóvel. De qualquer forma, procure dentro da imobiliária o setor de documentação, que poderá te auxiliar da melhor forma as condições do seu imóvel com um atendimento personalizado e livre de riscos.

Atue com transparência e seja sempre sincero com os compradores ao longo de todo o processo.

Alguns documentos exigidos neste momento são:

  • Certidão de casamento ou nascimento atualizada;
  • Relatório de Serasa/SPC ou similares;
  • Declaração de inexistência de débitos condomínio;
  • Certidão negativa de ações trabalhistas;
  • Certidão negativa de débitos do imóvel – Estadual e municipal;
  • Certidão negativa de ações cíveis, fiscais e criminais – Estadual e federal;
  • Certidão negativa de INSS e Receita Federal – Imóvel e proprietário;
  • Certidão municipal;
  • Dívidas de contas de água, luz e gás.

As certidões são o meio mais eficaz para comprovar a regularidade do imóvel. Uma boa investigação começa com a emissão de certidões que alcancem um período de 20 anos ou mais.

Depois disso, ainda existe um momento de inspeção física, para avaliar se as dimensões e fronteiras do imóvel são iguais às apresentadas na matrícula do imóvel.

Por fim, temos a avaliação da matrícula do imóvel, onde se revela todo o histórico jurídico registrado do imóvel. Este documento é de responsabilidade de um cartório específico, que faz todas as averbações em uma determinada região.

Os dois contratos mais importantes para vender seu imóvel.

Existem dois contratos de extrema importância para a venda de um imóvel e que merecem toda a atenção, são eles:

  • Contrato de corretagem: se refere a um serviço de corretagem que consiste na busca de interessados na aquisição do imóvel, em regime de melhores esforços e sem garantia de fato quanto à venda.

A taxa de corretagem, é normalmente de 6%, podendo variar entre 2% e 8%.

Este primeiro momento é o mais adequado para negociar esta taxa, depois que já houver compradores será bem mais difícil chegar em um consenso.

Verifique também as vantagens de se fazer um contrato de exclusividade com a imobiliária, dependendo da proposta vale muita a pena.

  • Compromisso de compra e venda: é o instrumento que estabelece as condições para ambas as partes concluírem o negócio.

Normalmente, o vendedor exige do comprador uma demonstração de interesse, o que se dá através do pagamento de uma entrada ou de um sinal.

Este deve ser um valor deve estar dentro de um patamar razoável, pois não se pode esperar que o comprador venha a pagar valores enormes nesse momento.

Para o vendedor, o sinal apresenta uma vantagem frente ao pagamento de uma entrada, pois não terá que ser devolvido em caso de não fechar o negócio.

O melhor é que as condições para o encerramento sejam claras e objetivas.

Por fim, existem ainda as cláusulas de irrevogabilidade ou irretratabilidade, que obrigam as partes a prosseguirem no negócio até o seu desfecho, sem poder desistir.

Técnicas de negociação para vender seu imóvel

vender seu imovel

Agora que você já sabe os processos burocráticos para vender seu imóvel, mas isso não é só o que você precisa saber!

Então aqui vão algumas dicas para você aumentar o interesse de um potencial comprador pelo seu imóvel.

  • Observe o comportamento do comprador. Perceba os desejos e anseios dele.
  • Fale menos e escute mais.
  • Pergunte sobre a sua vida, deixe que ele fale enquanto você conduz a conversa.
  • Procure saber se ele está comprando um imóvel pela primeira vez  ou já é experiente no assunto. Se está buscando realizar um sonho ou apenas investir.
  • Repare se ele está empolgado. Saiba seus objetivos e se está com pressa para fechar o negócio.
  • Não discuta política, ideologia, religião ou qualquer assunto polêmico que possa gerar sérias discordâncias e prolongados debates entre você e o comprador.
  • Liste pontos favoráveis que fariam este potencial comprador a adquirir o seu imóvel, como: o que há de bom no bairro, o que há de positivo na vizinhança ou no condomínio, se existem praças e ambientes familiares ao redor, bons restaurantes por perto, vantagens quanto à locomoção ou quanto ao transporte público e o mais importante, os pontos positivos do imóvel em si.

Estas observações farão que você construa o perfil do cliente, criando oportunidades para o uso de técnicas específicas, podendo assim ressaltar os pontos de maior interesse dele.

Por isso a presença de um corretor é tão importante, com a experiência que ele têm na venda de imóveis, ele saberá exatamente para onde irá guiar a conversa independente da situação.

É hora de divulgar seu imóvel!

Agora que você já sabe como precificar seu imóvel, já sabe os processos de venda e sabe como conversar com clientes em potencial, chegou a hora de anunciar seu imóvel.

Existem vários meios de comunicação disponíveis para anunciar seu imóvel.

Explore o maior número de alternativas, assim terá mais chances de alcançar o seu potencial comprador.

  • Portais de imóveis;
  • Site da imobiliária;
  • Redes Sociais;
  • Placas de vendas;
  • Murais em locais públicos.

Mas não se esqueça do principal, uma foto bem tirada, com o ângulo certo, na qualidade certa e a iluminação certa será a responsável pela captação de clientes.

Deixe o imóvel limpo e organizado para conseguir melhores fotos.

Prontinho! Agora você está preparado para vender seu imóvel.

Seguindo todas essas dicas, será muito mais fácil captar potenciais clientes e chegar em uma venda.

Mas não se esqueça, a ajuda de um corretor é essencial para que todos os processos sejam executados da melhor forma possível.

Aqui na Mírian Dayrell Imóveis temos excelentes corretores e profissionais, focados em todas as áreas que você precisar, desde corretores, passando pelo setor especializado em documentação, até o setor de marketing, fazendo com que sua trajetória de compra e venda seja uma experiência confortável e sem estresse.

Entre em contato e converse com um de nossos corretores, será um prazer lhe atender!

Acesse http://www.mdimoveis.com.br/ ou ligue para 3045-4545.

E para já se preparar, confira nossas dicas para não cometer erros durante a mudança. Vai mudar de casa? Não cometa estes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *